Monthly Archives: Outubro 2016

Visão | Director da mítica Biblioteca de Alexandria em Portugal

alexandriainteriortop2level_ret

 

Anúncios

Fórum 20 anos da Rede das Bibliotecas Escolares

20anos_RBE_logo

 

 

No âmbito do aniversário dos 20 anos da Rede das Bibliotecas Escolares, realizou-se no dia 14 de outubro na Fundação Calouste Gulbenkian , o fórum 20 anos RBE.

Os conferencistas convidados, os fundadores do Programa, e alguns dos parceiros e de testemunhos vários,  aliaram a memória de momentos e atores chave da RBE à compreensão das mudanças complexas que a atualidade impõe.

Que cenários futuros para as bibliotecas escolares? Que papel lhes cabe numa sociedade global e  ultimediática, onde as aprendizagens informais ganharam tanto ou mais relevo que as aprendizagens escolares? Em que lugar colocar o digital e a tecnologia? Que estatuto reservar para o livro? Como podem as bibliotecas escolares ser focos de leitura e leitura crítica da informação e dos media? De difusão da arte e da cultura? De que modo podem contribuir para colocar no centro da vida escolar, da nossa vida quotidiana, os valores da liberdade e da diferença, da responsabilidade e do compromisso? Estas e outas questões preencheram um rico programa que dignificou este momento.

O fórum contou com a presença de Sua excelência o Presidente da República que manifestou-se“muito preocupado” com o atual panorama da leitura em Portugal, referindo que a comunicação social de massas dá menos atenção ao tema e que se vendem menos livros. No seu entender, “o digital tem permitido experiências notáveis, mas há que convir que o reajustamento de políticas definidas para outro tempo e para outras circunstâncias é hoje uma realidade que é imperativa”.

 

http://www.rbe20anos.pt/informações 

Bob Dylan é o vencedor do Prémio Nobel da Literatura 2016

bob-dylanBob Dylan é o 113.º vencedor do prémio mais prestigiado da literatura, anunciou esta quinta-feira a Academia Sueca. “Por ter criado novas expressões poéticas na tradição da canção americana.”

Bob Dylan é o vencedor do prémio Nobel da Literatura 2016, “por ter criado novas expressões poéticas na tradição da canção americana”. O anúncio foi feito esta quinta-feira pela Academia Sueca, em Estocolmo. “É um poeta maravilhoso”, justificou a secretária permanente Sara Danius. É a primeira vez que o Nobel é entregue a um compositor.

Apesar de Bob Dylan ser presença habitual nas listas que tentam adivinhar qual será o vencedor, é uma escolha que pode ser polémica, sobretudo porque a carreira de Robert Allen Zimmerman — verdadeiro nome de Dylan — é sobretudo musical. O norte-americano de 75 anos merece o Nobel porque “é um grande poeta”, capaz de se “reinventar” ao longo de 54 anos de carreira, justificou Sara Danius. Sobre se antecipa críticas à escolha da Academia, respondeu simplesmente um “espero que não.” E acrescentou: “Talvez the times they are a’changing“, numa alusão à música de Dylan com o mesmo nome.

(…)

bd bd1

 

 

 

 

 

 

 

Quem pesquisar livros da sua autoria tem mais probabilidade de encontrar obras escritas sobre o músico e compositor. O primeiro livro que publicou, em 1971, chama-se Tarantula e é um misto experimental entre prosa e poesia. Encontra-se traduzido para português pela Quasi Edições.

Mas o livro mais popular do músico será Crónicas: Volume um, lançado em 2004 (editado em Portugal pela Verbo). Primeira parte das memórias do autor de “Like a Rolling Stone”, a ideia era que a autobiografia tivesse mais volumes. Mas Dylan nunca mais publicou um segundo volume. É através destas páginas que o leitor fica a saber que Robert Allen Zimmerman, nascido a 24 de maio de 1941 no Estado americano do Minnesota, numa América onde a segregação racial era a realidade do dia-a-dia, começou a escrever poemas com dez anos de idade. E que aprendeu sozinho a tocar piano e guitarra.

 

(Sara Coelho, Observador)