Category Archives: Efemérides

47ª aniversário do 25 de abril de 1974

A BECRE assinala o 47ª aniversário do 25 de abril de 1974 partilhando o Dossier Temático da RTP Ensina sobre esta efeméride. Também poderão ser consultadas e requisitadas no espaço da biblioteca algumas obras sobre o tema. Ler é fundamental para alimentar a memória. 

Boas leituras

©BEA PAA 2020/2021 Efemérides

Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto

No dia 27 de janeiro assinala-se o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto. Esta data recorda o dia 27 de janeiro de 1945 marcado pela libertação do campo de concentração de Auschwitz-Birkenau, na Polónia, palco de uma das mais hediondas barbáries vividas pela humanidade.

Ficheiros:
Dia internacional em memória das vítimas do Holocausto 2021

Refugiados e holocausto

Exposição

Vídeo

Assinalar o Dia dos Direitos Humanos – 10 a 18 de dezembro de 2020

No âmbito do seu Plano de Atividades, a Biblioteca Escolar Centro de Recursos Educativos, tem vindo a assinalar o Dia Internacional dos Direitos Humanos com diversas atividades. Apesar das atuais contingências deixam-se aqui alguns materiais e recursos para reflexão ou dinamização nos contextos de sala de aula. A participação na conferência do dia 15 carece de inscrição prévia. Agradecemos que no espaço reservado aos comentários de cada atividade sejam registadas as turmas que a desenvolveram assim como o seu grau de satisfação. Qualquer esclarecimento pode ser dirigido ao professor António Padeira.

Made with Padlet

©BEA PAA 2020/2021 Efemérides

O DIA DE S. MARTINHO: COMEMORAÇÕES E TRADIÇÕES

O São Martinho festeja-se numa época do ano marcada pela colheita da castanha (feita durante os meses de outubro, novembro e dezembro) por isso, é natural que ela seja convidada para fazer parte da festa! A castanha é chamada, na zona de Trás-os-Montes, o pão dos pobres. No entanto, há histórias que contam que a origem dos magustos está no Dia de Todos os Santos, 1 de novembro. Diz-se que se terá começado por preparar mesas com castanhas por altura de novembro para que os espíritos dos mortos da família aparecessem e as pudessem comer. Quando nasce, a castanha está protegida por uma “capa” cheia de picos – o chamado ouriço da castanha. Quando chega o outono, o ouriço abre-se e a castanha cai!(ler mais)

“Mas o fruto dos frutos, o único que ao mesmo tempo alimenta e simboliza, cai de umas árvores altas, imensas, centenárias, que, puras como vestais, parecem encarnar a virgindade da própria paisagem. Só em Novembro as agita a inquietação funda, dolorosa, que as faz lançar ao chão lágrimas que são ouriços. Abrindo-as, essas lágrimas eriçadas de espinhos deixam ver numa cama fofa a maravilha singular de que falo, tão desafectada que até no nome é doce e modesta – a castanha. Assada, no S. Martinho, serve de lastro à prova do vinho novo. Cozida, no Janeiro glacial, aquece as mãos e a boca dos pobres e ricos. Crua, engorda os porcos, com a vossa licença…”.

Miguel Torga, em “Um Reino Maravilhoso” (1941)

Tendo em conta a atual situação de pandemia, a Biblioteca Escolar não irá realizar o habitual Magusto, mas partilha as fotos da edição de 2019 com a promessa de voltar para o ano, Boas Leituras

 

©BEA PAA 2020/2021 Efemérides

Mês Internacional das Bibliotecas Escolares • Outubro 2020

Outubro é o Mês Internacional das Bibliotecas Escolares (MIBE), uma oportunidade para as bibliotecas escolares de todo o mundo darem a conhecer o trabalho que desenvolvem e mostrarem que não são apenas um serviço, mas um centro nevrálgico vital nas escolas. 

O tema do MIBE 2020, Descobrir caminhos para a saúde e o bem-estar com a biblioteca escolar, baseia-se no Objetivo do Desenvolvimento Sustentável número 3 da Agenda 2030 da ONU: Saúde de qualidade. Questão central na atualidade, o tema leva-nos a refletir sobre a relação entre o conhecimento e a construção de uma visão holística do ser humano no mundo. A biblioteca escolar, assumindo a missão de servir a comunidade, é convidada a celebrar neste mês os caminhos que vai descobrindo para ajudar a promover a saúde e o bem-estar ocupacional, emocional, físico, espiritual, intelectual e social das crianças e jovens.

No âmbito do MIBE, a International Association of School Libraries (IASL) lança os habituais projetos de troca de marcadores de livros entre escolas de diferentes países – com a opção de realizar estas trocas por correio ou virtualmente – e propõe algumas atividades a desenvolver.

Dia Mundial da Língua Portuguesa





 

O evento comemorativo do Dia Mundial da Língua Portuguesa, organizado pelo Camões, I.P., em parceria com CPLP, UNESCO e  ONU News será  disponibilizado a partir das 12h00 de dia 5 de maio no canal Camões, I.P. do YouTube.

 

O evento incluirá testemunhos do secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, do Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, do primeiro-ministro português, António Costa, do chefe de estado de Cabo Verde e presidente em exercício da CPLP, Jorge Carlos Fonseca, do secretário-executivo da CPLP, Francisco Ribeiro Telles, e de Sampaio da Nóvoa, representante de Portugal na UNESCO.

Testemunhos de escritores, desportistas, cientistas, artistas e demais individualidades gravados em vídeo serão igualmente divulgados, procurando dar expressão à dimensão pluricêntrica da Língua Portuguesa. Manuel Alegre, José Ramos-Horta, Mia Couto, Germano Almeida, Maria Manuel Mota, Adriana Calcanhotto, Fernando Pimenta, Flora Gomes, Carminho, Milton Hatoum e o Cardeal José Tolentino Mendonça são algumas das individualidades.

Um concerto com os cantautores Aline Frazão (Angola), Ivan Lins (Brasil), Teófilo Chantre (Cabo Verde), Manecas Costa (Guiné-Bissau), Stewart Sukuma (Moçambique), João Gil (Portugal), Tonecas Prazeres (São Tomé e Príncipe) e Zé Camarada (Timor-Leste) encerrará o evento, que permanecerá disponível e de acesso público no YouTube.

Atividades do Dia Mundial da Língua Portuguesa 

O DN volta a publicar por ocasião do Dia Mundial da Língua Portuguesa as quatro crónicas que Eça de Queiroz escreveu para o jornal, entre os dias 18 e 21 de janeiro de 1870. A pedido de Eduardo Coelho, o então jovem escritor acedeu “com a mais perfeita vontade” a contar “descarnadamente” o que lhe ficou na memória “daqueles dias confusos”. As reportagens, publicadas ao longo de quatro dias em janeiro de 1870, já com o romancista de regresso a Portugal, são iniciadas com “Sr. Redator”, como se Eça estivesse a escrever pessoalmente ao diretor do jornal.

Ler e escrever é ler e escrever em português. A língua e o seu uso, tanto do ponto de vista funcional como do criativo e literário, não pode, assim, deixar de ter para a ação do Plano Nacional de Leitura a maior relevância.

© PAA BEA Efemérides 2019/2020

Dia Mundial do Livro

No Dia Mundial do Livro, a Biblioteca Escolar da ESSJE convida a comunidade escolar a partilhar, nos comentários deste artigo, a resposta à pergunta Se eu fosse um livro. Boas Leituras

O dia 23 de abril comemora o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor.  A UNESCO escolheu este dia, em virtude de a 23 de abril se assinalar o falecimento de escritores, como Josep Pla, escritor catalão, e William Shakespeare, dramaturgo inglês.

© PAA BEA Efemérides 2019/2020

Ligação

46º aniversário do 25 de abil de 1974

 A BECRE assinala o 46ª aniversário do 25 de abril de 1974, partilhando o Dossier Temático da RTP Ensina sobre esta efeméride esperando assim ir ao encontro das aprendizagens dos seus alunos.

Dia Internacional das Mulheres

Em 2020, o Dia Internacional das Mulheres (8 de março) está alinhado com a nova campanha multigeracional da ONU Mulheres, Geração Igualdade, que marca o 25º aniversário da Declaração e Plataforma de Ação de Pequim.

A Biblioteca Escolar assinala a efeméride com a exposição de diversas obras do seu catálogo alusivo ao tema.

O Carnaval entre nós

Quem passa nestes dias pelo Bar da Escola Secundária de S. João do Estoril vai encontrar um espaço alegre onde a decoração e a música sensibilizam os alunos para a quadra.

– Olha… pois… é Carnaval! – comentários de alguns dos nossos alunos. O tempo passa rapidamente e nem sempre é possível abordar os ciclos que marcam o ano nas diversas disciplinas. O bar torna-se assim uma oportunidade de memória para alguns e de descoberta para outros. As máscaras são o elemento decorativo deste espaço que nos recordam as máscaras em Veneza, Itália. A celebração já começou um pouco por todo o mundo.

 O Carnaval do Brasil é uma parte importante da cultura brasileira a que se refere Jorge Amado no seu primeiro romance publicado em 1931

Entre o azul do céu e o verde do mar, o navio ruma o verde-amarelo pátrio.

Três horas da tarde. Ar parado. Calor.

No tombadilho, entre franceses, ingleses, argentinos e ianque está todo o Brasil (Evoé, Carnaval!). (Jorge Amado, O País do Carnaval).

Em Portugal o Carnaval encontra expressão um pouco por todas as suas regiões, manifestações licenciosas, de crítica social e exposição em praça pública de males alheios. Por terras de Podence, Lazarim, Lindoso para terminar com o enterro do entrudo em Repeses ( Teresa Perdigão e Afonso Alves, Portugal Festas e Romarias, 46-83 p.).

O ciclo da germinação ou da morte coletiva (… ) Começa com o Carnaval, que os camponeses preferem chamar Entrudo (de introitos, entrada). (Maria Victória Ataíde, Alcains.Tradições de uma Vila da Beira Interior 46-47 p.)

O Carnaval moderno, feito de desfiles e fantasias, é produto da sociedade vitoriana do século XX. A cidade de Paris foi o principal modelo exportador da festa carnavalesca para o mundo. Cidades como Nice, Santa Cruz de Tenerife, Nova Orleans, Toronto e Rio de Janeiro se inspiraram no Carnaval parisiense para implantar suas novas festas carnavalescas. Já o Rio de Janeiro criou e exportou o estilo de fazer carnaval com desfiles de escolas de samba para outras cidades do mundo, como São Paulo, Tóquio e Helsinque.

Fontes:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Carnaval#Etimologia

Jorge Amado, O País do Carnaval.2001

Teresa Perdigão e Afonso Alves, Portugal Festas e Romarias

Decoração do Bar: Florbela, Tila e Conceição

©BEA PAA. Efemérides. Carnaval