Mãos Solidárias 2020 – “A Força da Esperança” – #MaisSolidários

A Campanha Mãos Solidárias 2020, “A Força da Esperança” – #MaisSolidários, irá decorrer entre os dias 17 de novembro e 18 de dezembro.
À semelhança de anos anteriores, terá como principal objetivo ajudar as famílias dos alunos do nosso Agrupamento que neste momento passam por grandes privações. Esperamos sensibilizar-vos a ajudar a proporcionar um Natal mais feliz. A contribuição de cada um irá ser essencial para a constituição dos cabazes a entregar entre os dias 20 e 21 de dezembro.
Formas de participação:

  • A nível individual bastando para o efeito deixar na biblioteca a oferta dos produtos;
  • Pelas turmas: Os alunos delegados ajudaram os seus colegas a organizar a recolha dos diversos produtos de forma a encher 1 ou mais sacos que depois serão entregues na biblioteca da escola.
    Os sacos da campanha (oferta da loja Celeiro do CascaiShopping ) podem ser pedidos pelo delegado de turma na biblioteca da escola.
  • Simultaneamente e enquanto decorre a recolha dos produtos para os cabazes solidários, será sorteado um computador que se encontra em exposição na biblioteca da escola. Quem estiver interessado em se habilitar a este fabuloso prémio, pode adquirir uma ou mais rifas à venda na papelaria, na biblioteca e no PBX da escola. O sorteio será realizado no dia 17 de dezembro na biblioteca escolar sob a supervisão da equipa responsável pelo Projeto Mãos Solidárias.

Podemos fazer a diferença. A participação de todos é fundamental esta é a “Força da Esperança”-#MaisSolidários.

Todas as informações sobre a Campanha Mãos Solidárias poderão ser dadas pelo professor António Padeira na biblioteca escolar da escola sede do agrupamento, ou através do email biblioteca.essje@gmail.com.

O DIA DE S. MARTINHO: COMEMORAÇÕES E TRADIÇÕES

O São Martinho festeja-se numa época do ano marcada pela colheita da castanha (feita durante os meses de outubro, novembro e dezembro) por isso, é natural que ela seja convidada para fazer parte da festa! A castanha é chamada, na zona de Trás-os-Montes, o pão dos pobres. No entanto, há histórias que contam que a origem dos magustos está no Dia de Todos os Santos, 1 de novembro. Diz-se que se terá começado por preparar mesas com castanhas por altura de novembro para que os espíritos dos mortos da família aparecessem e as pudessem comer. Quando nasce, a castanha está protegida por uma “capa” cheia de picos – o chamado ouriço da castanha. Quando chega o outono, o ouriço abre-se e a castanha cai!(ler mais)

“Mas o fruto dos frutos, o único que ao mesmo tempo alimenta e simboliza, cai de umas árvores altas, imensas, centenárias, que, puras como vestais, parecem encarnar a virgindade da própria paisagem. Só em Novembro as agita a inquietação funda, dolorosa, que as faz lançar ao chão lágrimas que são ouriços. Abrindo-as, essas lágrimas eriçadas de espinhos deixam ver numa cama fofa a maravilha singular de que falo, tão desafectada que até no nome é doce e modesta – a castanha. Assada, no S. Martinho, serve de lastro à prova do vinho novo. Cozida, no Janeiro glacial, aquece as mãos e a boca dos pobres e ricos. Crua, engorda os porcos, com a vossa licença…”.

Miguel Torga, em “Um Reino Maravilhoso” (1941)

Tendo em conta a atual situação de pandemia, a Biblioteca Escolar não irá realizar o habitual Magusto, mas partilha as fotos da edição de 2019 com a promessa de voltar para o ano, Boas Leituras

 

©BEA PAA 2020/2021 Efemérides

Miúdos a Votos • 5.ª edição

Descrição
A Rede de Bibliotecas Escolares e a revista VISÃO Júnior organizam anualmente a eleição na qual é dada a possibilidade às crianças e jovens de todas as escolas, de votarem no livro de que mais gostam, replicando os procedimentos e as normas de uma eleição real. Esta iniciativa constitui um exercício ímpar de cidadania, valorizando a responsabilidade do ato de votar. Tem também vindo a evidenciar-se a importância desta ação na promoção da leitura, realizada entre pares, a partir das suas escolhas.

A partir do dia 2 de novembro e até às 23:59 do dia 30 de novembro, os alunos são convidados a nomear o seu livro preferido através deste formulário.

De acordo com o regulamento, cada aluno só pode fazer uma nomeação. Os livros mais nomeados em cada ciclo serão aqueles que constituirão o respetivo boletim de voto no dia das eleições-

Destinatários Alunos do 1.º ao 12.º ano, de todas as escolas que que tenham o Português como primeira língua.

Objetivos
1. Envolver os alunos em processos democráticos de decisão
2. Promover a participação dos alunos na promoção dos livros e da leitura

Regulamento

Calendário

Perguntas frequentes

Dia internacional da Biblioteca Escolar

No Dia Internacional da Biblioteca Escolar queremos convidar a visitar a tua biblioteca da escola e lê um livro. Podes leva-lo emprestado com toda a segurança. Usa a máscara, lê um livro. Sê feliz!

Mês Internacional das Bibliotecas Escolares • Outubro 2020

Outubro é o Mês Internacional das Bibliotecas Escolares (MIBE), uma oportunidade para as bibliotecas escolares de todo o mundo darem a conhecer o trabalho que desenvolvem e mostrarem que não são apenas um serviço, mas um centro nevrálgico vital nas escolas. 

O tema do MIBE 2020, Descobrir caminhos para a saúde e o bem-estar com a biblioteca escolar, baseia-se no Objetivo do Desenvolvimento Sustentável número 3 da Agenda 2030 da ONU: Saúde de qualidade. Questão central na atualidade, o tema leva-nos a refletir sobre a relação entre o conhecimento e a construção de uma visão holística do ser humano no mundo. A biblioteca escolar, assumindo a missão de servir a comunidade, é convidada a celebrar neste mês os caminhos que vai descobrindo para ajudar a promover a saúde e o bem-estar ocupacional, emocional, físico, espiritual, intelectual e social das crianças e jovens.

No âmbito do MIBE, a International Association of School Libraries (IASL) lança os habituais projetos de troca de marcadores de livros entre escolas de diferentes países – com a opção de realizar estas trocas por correio ou virtualmente – e propõe algumas atividades a desenvolver.

Concurso Nacional de Leitura 14.ª edição

A 14.ª Edição do Concurso Nacional de Leitura (CNL) decorre entre o dia 1 de outubro de 2020, data oficial de abertura, e o dia 5 de junho de 2021, dia da grande final, em Oeiras.

O objetivo central do Concurso Nacional de Leitura é estimular o gosto e os hábitos de leitura e melhorar a compreensão leitora. A iniciativa tem como destinatários alunos dos 1.º,2.º, 3.º ciclos do ensino básico e alunos do ensino secundário.

Cabe ao Plano Nacional de Leitura 2027 (PNL2027) em parceria com Rede de Bibliotecas Escolares (RBE); Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB); Camões – Instituto da Cooperação e da Língua (Camões, IP); Direção-Geral de Administração Escolar/Direção de Serviços de Ensino e das Escolas Portuguesas no Estrangeiro (DGAE/DSEEPE) e com a Rádio Televisão Portuguesa (RTP), responsável pela cobertura televisiva do evento, a iniciativa e o desenvolvimento do CNL, ao longo de quatro fases consecutivas:(ler mais)

© PAABEA Concurso Nacional de Leitura 2020/2021

Lançamento da Plataforma LER – Leitura e Escrita: Recursos

O Plano Nacional de Leitura (PNL2027) e a Fundação Belmiro de Azevedo – EDULOG – lançam publicamente a Plataforma LER – Leitura e Escrita: Recursos, numa sessão online, no dia 22 de setembro, às 15:00h.

A apresentação conta com as intervenções de João Costa, Secretário de Estado Adjunto e da Educação, Isabel Alçada, Representante do Conselho Consultivo do EDULOG, Teresa Calçada, Comissária do PNL2027, Isabel Leite, Consultora do Projeto LER. A equipa de investigadores, constituída por Iolanda Ribeiro e Fernanda Leopoldina Viana (Universidade do Minho), Ana Paula Vale (Universidade de Trás-os-Montes), São Luís Castro e Rui Alves (Universidade do Porto), Alexandra Reis e Luís Faísca (Universidade do Algarve), Tânia Fernandes (Universidade de Lisboa) e José Morais (Universidade Livre de Bruxelas), na qualidade de coordenador científico deste trabalho colaborativo, fará uma breve apresentação dos recursos disponíveis na Plataforma LER. A sessão terá a moderação da jornalista Bárbara Wong.

A apresentação da plataforma LER e discussão pública poderá ser acompanhada em direto no Facebook e no Youtube do PNL2027

Vídeo

Regras gerais de utilização do espaço

No âmbito das medidas preventivas de combate ao COVID-19, a biblioteca escolar irá abrir à comunidade escolar de acordo com um novo protocolo de utilização que aqui se divulga. Manterá a sua atividade de apoio aos seus utilizadores nas seguintes condições (ler mais)

© PAA BEA 2020/2021

Imagem

Novo acesso ao catálogo das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas de S. João do Estoril

A partir de agora já pode consultar diretamente todos os catálogos das bibliotecas da rede de ensino público concelhio. De acesso universal, este novo portal agrega num repositório único os catálogos existentes, com possibilidade de acrescentar aqueles que venham a resultar do alargamento da rede. Permite-se, assim, às famílias conhecer, com toda a facilidade, os recursos disponíveis nos estabelecimentos de ensino do concelho.Aceda à Rede de Bibliotecas Escolares de Cascais aqui.

Atendimento online

No âmbito das medidas preventivas de combate ao COVID-19, a biblioteca escolar mantém o seu espaço fechado, a permanência nestas instalações não será possível. No entanto, enquanto estrutura de apoio integrada nas escolas, irá desenvolver a sua atividade de apoio aos seus utilizadores e docentes de acordo com as seguintes condições:

Requisições de livros do catálogo:

– Os empréstimos e devoluções deverão ser solicitados através de formulário de contacto, com 24 horas de antecedência;

– No âmbito das devoluções os livros ficaram em quarentena pelo que só poderão voltar a ser emprestados 14 dias depois;

– Aceitação de doações é suspensa até novas indicações.

Atendimento (síncrono e assíncrono) a alunos, docentes e encarregados de educação através do preenchimento do formulário de contacto:

− Apoio ao currículo (desenvolvimento das diferentes literacias);
– Promoção da leitura no âmbito das obras do Projeto de Leitura;
− Curadoria e disponibilização de conteúdos através do seu blog;
− Ocupação lúdico-educativa dos alunos através de sugestões de leitura.