Centenário de Eugénio de Andrade (1923-2023)

Eugénio de Andrade (1923-2005) foi um dos maiores poetas portugueses contemporâneos. Tem obras publicadas em várias línguas. Recebeu o Prémio Camões, em 2001.

A Biblioteca Escolar assinala o Centenário de Eugénio de Andrade, pseudônimo de José Fontinhas Neto, com uma pequena exposição das suas principais obras. O poeta, nasceu em Póvoa de Atalaia, pequena aldeia da Beira Baixa, Portugal, no dia 19 de janeiro de 1923. Faleceu no dia 13 de junho de 2005 (82 anos) na cidade do Porto.

Filho de camponeses, após a separação dos pais, passou sua infância em companhia da mãe. Com sete anos de idade mudou-se com a mãe para Castelo Branco.

Em 1932 muda-se para Lisboa, onde frequentou o Liceu Passos Manuel e a Escola Técnica Machado de Castro. Em 1935 já mostrava seu interesse pela leitura, passando horas nas bibliotecas públicas.

Prémios e distinções

Grau de Grande-Oficial da Ordem Militar de Santiago da Espada (1982)
Prémio da Associação Internacional de Críticos Literários (1986)
Prémio D. Diniz da Fundação Casa Mateus (1988)
Grande Prémio da Poesia da Associação Portuguesa de Escritores (1989), Grã-Cruz da Ordem do Mérito (1989)
Prémio Camões (2001).
Prémio de Poesia do Pen Clube Português com Os Sulcos da Sede (2003)
Eugénio de Andrade faleceu em Porto, Portugal, no dia 13 de junho de 2005.
Eugénio de Andrade faleceu em Porto, Portugal, no dia 13 de junho de 2005.

Obras de Eugénio de Andrade

  • As Mãos e os Frutos (1948)
  • Os Amantes Sem Dinheiro (1950)
  • As Palavras Interditas (1951)
  • Os Afluentes do Silêncio (1968)
  • Obscuro Domínio (1971)
  • Escritas da Terra (1974)
  • História da Égua Branca (1977)
  • Rosto Precário (1979)
  • Matéria Solar (1980)
  • Chuva Sobre o Rosto (1982)
  • Escrita da Terra (1983)
  • Alentejo Não Tem Sombra (antologia) (1983)
  • Aquela Nuvem e as Outras (1986)
  • Vertentes do Olhar (1987)
  • O Outro Nome da Terra (1988)
  • Porto: Os Sucos do Olhar (1988)
  • Rente ao Dizer (1992)
  • Contra a Obscuridade (1992)
  • A Sombra da Memória (1993)
  • Ofício da Paciência (1994)
  • O Sal da Língua (1995)
  • Os Lugares do Lume (1998)

PAA BE 2022/2023 Efemérides

Advertisement

FAZ-TE OUVIR! DÁ A VOLTA AO [CYBER]BULLYING!

O bullying e o cyberbullying nas escolas e fora delas é uma realidade e um problema de todos.

Só com o envolvimento de toda a comunidade educativa podemos combatê-lo. Por isso esta sessão é para todos: pais, professores, auxiliares, técnicos, direção,…

Mas esta sessão é especialmente para ti, que queres ser melhor pai/ mãe e queres saber mais como prevenir e combater este fenómeno que tanto aflige os jovens de hoje.

Nesta sessão vamos falar sobre as diferenças entre bullying e cyberbullying, os vários tipos de bullying, como agir para prevenir e combater o [cyber]bullying, a ligação entre sexting, coação e extorsão sexual, violência sexual baseada em imagens e [cyber]bullying, entre outras.

A participação é gratuita mas de inscrição obrigatória em: https://bit.ly/fazteouvirestoril” . Os lugares são limitados.

Vem fazer parte da solução!

Contamos contigo! 💪

Feliz Natal

Lançamento do livro 1.°Concurso Escolar de Escrita Criativa de Cascais

No dia 15 de dezembro na Biblioteca Municipal de S.Domingos de Rana, teve lugar o lançamento do livro “1.°Concurso Escolar de Escrita Criativa”. A cerimónia contou com a presença dos 12 alunos premiados que tiveram a oportunidade de falarem sobre o processo criativo que levou à produção dos seus textos. Esteve presente a aluna, agora universitária, Inês Martins que no ano letivo anterior frequentou o 12.° ano do nosso Agrupamento, assim como o professor bibliotecário António Padeira. Recorda-se que esta aluna foi premiada com o 3.° lugar na sua categoria. No final houve lugar a uma simpática sessão de autógrafos e ficou a promessa de participação na segunda edição deste concurso. Parabéns a todos os envolvidos.

AP

Campanha Mãos Solidárias 2022

Tempo para Ler e Pensar

No dia em que se assinalaram os cem anos do nascimento do escritor e Prémio Nobel da Literatura (1998) José Saramago, os alunos do 12.º F da professora Albertina Mourato assistiram à entrega do diploma ao aluno Henrique Dias no âmbito de participação no Concurso Contar por Imagens, da Fundação José Saramago. O premiado foi convidado a ler o texto produzido e inspirado no livro Memorial do Convento. O Henrique foi alvo de vários elogios tendo respondido a todas as perguntas colocadas pela assembleia. No final aceitou o desafio colocado pelo professor responsável pela biblioteca para que autorizasse a sua divulgação no blogue da biblioteca tendo aceitado sem qualquer objecção. Quem sabe se estaremos a assistir ao início de um futuro escritor. Parabéns Henrique.

Memorial do Convento … Era uma Vez

AP

BEA PAA 2022/2023 – Efemérides

A propósito das castanhas, poemas, contos e provérbios …

O Sol marcou presença no Magusto Literário da Escola Secundária de S. João do Estoril. A D. Fátima acendeu o lume e os professores António Padeira e Fernanda Matos prepararam o espaço para que no intervalo tudo estivesse pronto para receber quem quis provar a boa castanha. Muitos foram os alunos que tomaram pela primeira vez contacto com um Magusto, tendo a curiosidade levado a conhecer alguns provérbios e tradições ligadas ao dia de S. Martinho. As turmas do 10.º L e do 10.º K foram convidadas a ler o texto do escritor Miguel Torga “Um Reino Maravilhoso”. Um especial agradecimento a todos que trabalharam para que esta iniciativa da Biblioteca Escolar fosse possível nomeadamente ao professor Joaquim Silva que com os seus alunos do Curso Profissional Marketing, Relações Públicas e Publicidade e a SJRadio foram responsáveis pelo cartaz e divulgação das imagens da atividade.

Álbum

AP. 11/11/2022

BEA PAA 2022/2023 – Efemérides

Imagem

Magusto literário 11-11-2022

Imagem

Abertura da BECRE à comunidade local de S. João do Estoril.

Prémio Nobel da Literatura, 2022, atribuído à escritora francesa Annie Ernaux

Nascida em Lillebonne, em França, em 1940. Estudou, formou-se e tornou-se professora. Nomeada e vencedora de outros prémios, anteriormente. A Academia Sueca nobelprize.org/ elogia a “coragem e acuidade clínica” da autora francesa, a primeira mulher do seu país a conquistar este prémio, e a capacidade que vem demonstrando na sua obra para pôr “a descoberto as raízes, alienações e constrangimentos colectivos da memória pessoal”.
Na sua escrita revela de forma consistente, o interesse por temas como as disparidades de género, idiomas e classes. Tem sido grande apoiante de movimentos e causas que respeitam a toda a sociedade e, particularmente, à condição da mulher.
Autora, entre outros títulos, de “Os Anos” , “Uma Paixão Simples”, “O Acontecimento”, “Uma Mulher”, “Um Lugar Ao Sol”. Obras publicadas em Portugal.


(Jornais “Público” e “Diário de Notícias”)