Monthly Archives: Janeiro 2018

Almeida Garrett, 4 de fevereiro de 1799

 

 

 

 

 

 

 

 

 

João Batista da Silva Leitão de Almeida Garret nasceu na cidade do Porto no dia 04 de fevereiro de 1799. Teve uma vida muito ativa em vários domínios da história de Portugal. Foi político, romancista, dramaturgo, poeta e jornalista. Homem das letras e da cultura, tantas vezes incompreendido e esquecido, Almeida Garrett, deu uma nova expressão à língua portuguesa, ressuscitou e renovou o teatro nacional, coligiu a tradição oral popular num livro que é tido por alguns especialistas como a primeira expressão da etnografia portuguesa – o famoso “Romanceiro” – e participou activamente na vida política do país, tendo sido deputado, diplomata e ministro. Inovador no seu tempo, publicou o poema libertino O Retrato de Vénus (1821) que absorve a atenção da crítica, sendo assim taxado e processado como ateu e imoral. Mas também na política tem uma vida complicada. Lutou ao lado de D. Pedro contra os absolutistas e pagou pelas suas convicções políticas, mais do que uma vez, o preço do exílio.

Foi durante o seu exílio em Inglaterra que ele descobriu Shakespeare, Lord Byron e Walter Scott e o romantismo inglês. Traz para Portugal o ideário Romântico e, publica o poema “Camões” (1825), introduzindo o romantismo na literatura portuguesa. Pouco privilegiado pelos novos programa de português, o seu ensino reduz-se hoje ao estudo de Frei Luís de Sousa e alguma poesia, nitidamente insuficiente, segundo a especialista Rosa Cruz que lamenta: “um dos pilares do romantismo nacional é colocado numa posição acessória na formação literária dos alunos portugueses”. Mas como esquecer os poemas da Nau Catrineta e Barca a Bela que nos habituámos a trautear?

Principais obras de Almeida Garrett:

– Camões (1825)

– Dona Branca (1826)

– Adosinda (1828)

– Catão (1828)

– Romanceiro (1843)

– Cancioneiro Geral (1843)

– Frei Luís de Sousa (1844)

– Flores sem Fruto (1844)

– D’O Arco de Santana (1845)

– Folhas Caídas (1853)

Outras fontes

Efemérides

Base de Dados de Autores Portugueses

(adaptação nossa: professora Adelaide Saraiva)

©PAABECRE Efemérides Almeida Garrett 2017/2018
Anúncios

Semana dos Direitos Humanos e Solidariedade

A última semana de aulas da Escola Secundária de S. João do Estoril foi animada pela realização de diversas atividades no âmbito da Semana dos Direitos Humanos e Solidariedade. No espaço da Biblioteca Escolar esteve exposta durante a referida semana uma pequena exposição de obras relacionadas com a temática.


No dia 11 recebeu a visita da irmã Maria Manoel acompanhada por dois  membros da Comissão de Apoio à Vitima de Tráfico de Pessoas que  testemunharam  as diversas violações aos mais elementares direitos e dignidade da pessoa existentes no mundo atual. Foi um momento muito interessante que captou o interesse dos alunos e professores das turmas do 3º R e do 11º J.

No dia 14 a turma da professora Anabela Carvalho leu o texto de Eça de Queiroz ” O Natal “, Cartas de Inglaterra, 1905, seguindo-se um diálogo muito animado sobre o seu conteúdo.

No encerramento desta semana a Biblioteca aplaudiu a  aluna Bárbara Chora que interpretou a peça para violino The Boy Paganini Fantasia.

A Semana dos Direitos Humanos e Solidariedade foi organizada pela disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica em parceria com a BECRE.