Trabalhos

António Martins, aluno do 2º T .Aluno António Martins 2T

TUDO

Deixo tudo para trás, todos os anos,
Todos os risos, abraços e planos,
Novos ares, percursos, outro futuro,
Outros pares, assuntos, outro mundo.

E se encontrar algo que me cative
Vou partilhá-lo com quem nunca tive
Bem diferente de tudo o que até hoje conheci
Bem diferente de tudo, bem diferente de ti

Porque estou livre e não caio nos mesmos erros,
Não há receios dos meus antigos medos.
Se nunca ninguém fez aquilo que fiz,
Ninguém me pode julgar por tentar ser feliz

E quando puseres bem os pés no chão,
Então verás que o que te rodeia é ilusão.
E eu? Onde é que eu estarei?
Do outro lado, a gritar que eu avisei

Do outro, a observar a tua queda,
A tua tentativa de voltar o mais depressa
Para o primeiro “tudo” do teu passado,
Mas a verdade é que “tudo” é já passado.

O que daria para nunca te ter conhecido!

O que daria para nunca te ter conhecido!
Mudaria uma vida ou destruiria um ciclo
Escrever não seria certamente um vício
Porque és a minha inspiração…
Sempre. Desde o início.

Tanta coisa tenho aqui que nunca imaginarás
Tantas palavras te escrevi que nunca conhecerás
Tantas noites perdi com dilemas e poemas
Tudo, tudo sobre ti… todos os meus problemas

Todos os meus pensamentos e todas as minhas ações
E quanto às minhas escolhas? E quanto aos corações
Que parti por te escolher, ou por te ver…tentar sentir?
Para observar ou para amar e depois deixar-te partir

Como seria o meu presente ou até mesmo o meu futuro
Se nunca tivesses sido a minha lanterna no escuro?
Se nunca tivesses sido o meu nada e o meu tudo?
Se nunca tivesses sido o centro de todo o meu mundo?

O centro da minha dor. O centro da minha raiva
O centro do meu amor. O meu sol e minha praia
A minha cor…
E a minha flor…

Flor… o que daria para nunca te ter conhecido!
Oh sim, não hesitaria e pagaria o que fosse preciso
Assim hoje não estaria mais uma vez aqui perdido
Em pensamentos no meu quarto
E a sonhar em estar contigo

E se porventura estás disposta a pensar nessa questão
Escreve uma resposta sobre o bem que há na nossa união
E diz-me se achas bem que eu fique aqui entretido
A desejar profundamente nunca te ter conhecido.

Anúncios

One response to “Trabalhos

  1. Pingback: Jovem poeta | Biblioteca CRESJE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s