Category Archives: Semana da Leitura

Os Livros da minha vida – Semana da leitura 2017

A BECRE recebeu os professores Paula Néo e Tierri Cachado que no âmbito da rúbrica Os Livros da Minha Vida, partilharam algumas das experiências de leitura que mais os sensibilizaram. Foi para a sua turma de inglês que no dia 29  a docente Paula Néo falou do livro The Circle de Dava Eggers onde através da história ligada a uma poderosa empresa de tecnologia, dirigida pelo chamado “Three Wise Men”, se colocam várias questões com que atualmente a nossa sociedade é confrontada, nomeadamente o direito à privacidade. No dia 30 foi a vez do professor Tierri Cachado  que prendeu todos quantos o escutavam com uma viagem ao seu mundo da leitura nomeadamente sobre um dos temas que mais o sensibiliza, a segunda grande guerra mundial.  Holocausto, S. E. Castan, O Anjo Branco de José Rodrigo dos Santos, O Equador de Miguel Sousa Tavares, A Tempestade perfeita, Sebastian Junger, Os Pilares da Terra e o Mundo sem Fim de Ken Follett, entre outros, foram as referência partilhadas pelo destino orador.

No final o professor bibliotecário António Padeira agradeceu a presença de todos e lançou o desafio para que a leitura esteja sempre presente nos diversos momentos das suas vidas contribuindo para a formação de cidadãos mais esclarecidos, tolerantes e solidários.

Album

AP

Anúncios

Semana da Leitura 14 – 18 de março de 2016

cartaz pequeno

Veja aqui o Programa

Na 10ª edição da Semana da Leitura, convidam-se as escolas a celebrar a leitura, o prazer de ler e a criarem momentos de reflexão em torno de questões atuais e determinantes, como a globalização e a complexidade de um mundo heterogéneo, desenvolvendo Elos de leitura, A leitura suporta e ilustra a diferença, o pluralismo e a multiculturalidade, criando elos de informação e de compreensão que nos ajudam a lidar com a heterogeneidade da Humanidade e a aceitarmos valores universais, unindo-nos em torno dos direitos humanos, na construção de sociedades inclusivas. (Plano Nacional de Leitura)

A Semana passo a passo…

 

20160318_104840As atividades da 10ª Semana da Leitura relativas ao programa da BE da Escola Secundária, terminaram com a intervenção da professora Paula Néo no âmbito da rúbrica “Os livros da minha vida”.  As Cidades Invisíveis de Ítalo Calvino, foi o livro escolhido e apresenta as descrições das cidades que o viajante Marco Polo ilustrou ao imperador Kublai Khan. Com as histórias do viajante, Khan tinha o objetivo de montar um império baseado nos relatos sobre como eram os locais. Estiveram presentes os alunos do 2º T e do 11º H da professora Olga que ouviram com muita atenção a apresentação. No final alguns alunos partilharam com os presentes as suas últimas leitura. Parabéns a todos e que a leitura esteja sempre presente nos diversos momentos das suas vidas contribuindo para a formação de cidadãos mais esclarecidos, tolerantes e solidários.

20160317_134111

20160317_140556A tarde do dia 17, foi marcada pela rubrica  ” Os Livros da minha Vida ” onde o professor Tierri Cachado captou a atenção dos seus alunos do 10º D através duma interessante viagem sobre os livros que leu. Um dos temas que mais o sensibilizou foi a segunda grande guerra mundial.  Holocausto, S. E. Castan, O Anjo Branco de José Rodrigo dos Santos, O Equador de Miguel Sousa Tavares, A Tempestade perfeita, Sebastian junger, Os Pilares da Terra e o Mundo sem Fim de Ken Follett, entre outros, foram as referência partilhadas pelo destino orador.

No dia 15 a sessão do “Encontros com História” contou com a presença da escritora Patrícia Ribeiro.Natural de Évora, Portugal, vive em Lisboa, para onde se mudou aos dezoito anos. Estudou Estudos Artísticos, Publicidade e Marketing e Cinema, tendo trabalhado, incessantemente, na escrita de argumentos, romances, poesia e contos. Em 2014upload_-1(1), decidiu dedicar-se exclusivamente à escrita, Os Homens Nunca Saberão Nada Disto é o primeiro resultado desse investimento. Anteriormente publicados, Inércia e O Pijama da Gata são outros livros da autora. A apresentação do livro contou com a presença dos alunos das turmas do 10ºJ e do 2ºT acompanhados pelas professoras Carla Ribeiupload_-1(2)ro e Margarida Constantino respetivamente. Os cerca de 50 participantes acompanharam com muito interesse as palavras da autora tendo no final colocado algumas questões sobre a obra.

A tarde do dia 14 foi marcada pela presença de Ricardo Frade autor do livro Pé Descalço: da Suécia a Portugal sem um tostão! que entusiasmou os cerca de 60 alunos do 10º j, do 11ºG e do 1º R.  Esta obra,  com prefácio de Marcelo Rebelo de Sousa, mais

Professor António Padeira e autor Ricardo Frade

Professor António Padeira e autor Ricardo Frade

do que um livro de viagens, constitui uma verdadeira história de persistência. Quando, há cerca de sete anos, Ricardo Frade e a sua Sofia se viram mergulhados em problemas, muitos deles derivados de (falta de) dinheiro, podiam ter emigrado. Podiam ter desistido da vida. Podiam ter feito mil e uma coisas. Preferiram a opção 1002: estudar finanças. E não é que resultou? Sendo pessoas de espírito humano, depressa quiseram pôr os conhecimentos adquiridos – os teóricos e os práticos – ao serviço de quem passa(va) dificuldades que lhes são tão familiares

Pé Descalço

Pé Descalço – Ricardo Frade

. Surgiu a ideia de escrever um livro. A apresentação colheu o interesse e a participação dos presentes que colocaram diversas questões. Ficou a promessa de voltar no próximo ano letivo.

 

upload_-1(2) upload_-1(3) upload_-1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

upload_-1(1)

Professor Jorge Alves – A Rapariga que roubava livros.

Depois da sessão de abertura, foi com grande expetativa que a biblioteca recebeu o professor Jorge Alves que captou o interesse dos cerca de 70 alunos que escutaram com muita atenção a explicação do livro de  Markus Zusak,

A Rapariga que roubava livros. Quando a morte nos conta uma história temos todo o interesse em escutá-la. Assumindo o papel de narrador em A Rapariga Que Roubava Livros, vamos ao seu encontro na Alemanha, por ocasião da segunda guerra mundial, onde ela tem uma função muito activa na recolha de almas vítimas do conflito. E é por esta alturaupload_-1(4) que se cruza pela segunda vez com Liesel, uma menina de nove anos de idade, entregue para adopção, que já tinha passado pelos olhos da morte no funeral do seu pequeno irmão. Foi aí que Liesel roubou o seu primeiro livro, o primeiro de muitos pelos quais se apaixonará e que a ajudarão a superar as dificuldades da vida, dando um sentido à sua existência. Quando o roubou, ainda não sabia ler, será com a ajuda do seu pai, um perfeito intérprete de acordeão que passará a saber percorrer o caminho das letras, exorcizando fantasmas do passado. Ao longo dos anos, Liesel continuará a dedicar-se à prática de roubar livros e a encontrar-se com a morte, que irá sempre utilizar um registo pouco sentimental embora humano e poético, atraindo a atenção de quem a lê para cada frase, cada sentido, cada palavra. Um livro soberbo que prima pela originalidade e que nos devolve um outro olhar sobre os dias da guerra no coração da Alemanha e acima de tudo pelo amor à literatura.

 

upload_-1

ver vídeo

O Programa da 10ª Semana da Leitura abriu com as palavras de boas vindas do professor bibliotecário António Padeira que introduziu a leitura do texto Cântico do Amor (ICor 13) lido pela aluna Ana upload_-1(1)acompanhada à viola pela aluna Teresa Machado. Foi ainda lida uma poesia em Alemão pela aluna Inês do 10º K e o texto “A Biblioteca” de Umberto Eco pelo professor António Padeira que convidou toda a comunidade educativa a participar nas diversas atividades programadas.