Category Archives: Magusto

O DIA DE S. MARTINHO: COMEMORAÇÕES E TRADIÇÕES

O São Martinho festeja-se numa época do ano marcada pela colheita da castanha (feita durante os meses de outubro, novembro e dezembro) por isso, é natural que ela seja convidada para fazer parte da festa! A castanha é chamada, na zona de Trás-os-Montes, o pão dos pobres. No entanto, há histórias que contam que a origem dos magustos está no Dia de Todos os Santos, 1 de novembro. Diz-se que se terá começado por preparar mesas com castanhas por altura de novembro para que os espíritos dos mortos da família aparecessem e as pudessem comer. Quando nasce, a castanha está protegida por uma “capa” cheia de picos – o chamado ouriço da castanha. Quando chega o outono, o ouriço abre-se e a castanha cai!(ler mais)

“Mas o fruto dos frutos, o único que ao mesmo tempo alimenta e simboliza, cai de umas árvores altas, imensas, centenárias, que, puras como vestais, parecem encarnar a virgindade da própria paisagem. Só em Novembro as agita a inquietação funda, dolorosa, que as faz lançar ao chão lágrimas que são ouriços. Abrindo-as, essas lágrimas eriçadas de espinhos deixam ver numa cama fofa a maravilha singular de que falo, tão desafectada que até no nome é doce e modesta – a castanha. Assada, no S. Martinho, serve de lastro à prova do vinho novo. Cozida, no Janeiro glacial, aquece as mãos e a boca dos pobres e ricos. Crua, engorda os porcos, com a vossa licença…”.

Miguel Torga, em “Um Reino Maravilhoso” (1941)

Tendo em conta a atual situação de pandemia, a Biblioteca Escolar não irá realizar o habitual Magusto, mas partilha as fotos da edição de 2019 com a promessa de voltar para o ano, Boas Leituras

 

©BEA PAA 2020/2021 Efemérides

Magusto

O Dia de S. Martinho foi mais uma vez assinalado na nossa escola. A Biblioteca Escolar juntamente com as funcionárias do Bar realizaram o anunciado Magusto. Contrariando o dito popular “Verão de S. Martinho”, a chuva quis marcar presença neste momento de confraternização da comunidade escolar. Apesar deste constrangimento muitos foram os que provaram a castanha assada pelo professor António Padeira. Um bem haja a todos quantos contribuíram para a sua realização. As fotos

PAABEA Efemérides 2019/2020